A AÇÃO DA IGREJA NAS BASES: DA INTEGRAÇÃO À LIBERTAÇÃO

Cláudio Perani

Resumo


É consciência adquirida hoje na América Latina de que o ponto de partida da reflexão teológica deve ser a Igreja concreta. E nela que se manifesta a novidade histórica, se encontra o princípio da renovação e, de consequência, se revela Deus. Procuramos nestas breves e práticas reflexões, encontros e contatos com a base. Uma das tendências dessa pratica eclesial, que pode ser descoberta com facilidade sem precisar de pesquisa, e aquela que poderíamos chamar de “tendência para a base”. Observa-se na igreja brasileira uma migração notável na direção das classes populares. Resta ver quais as dimensões e a consistência do fenômeno. Em que consiste? Aqueles que dedicam tempo integral a uma atividade eclesial, em geral, aquelas pessoas que 0 povo considera pessoas de igreja assumem outro ambiente e estilo de vida e passam a morar em bairros populares, no interior do pais, no meio de operários e camponeses. Ha um começo de mobilidade social (ainda limitada?) da classe média para as classes populares, do centro da cidade para a periferia, da cidade para o interior. Vários colégios de ensino médio são fechados e as irmãs passam a viver numa pequena comunidade de um bairro popular. Essa mudança deu origem a novas formas de trabalho, assistindo-se hoje a uma multiplicação de “comunidades eclesiais de base”, onde “base”, na maior parte dos casos, significa exatamente, os estratos mais baixos da população. Sobre esse fenômeno desejamos refletir, considerando, em primeiro lugar, o aspecto particular deste “viver com a base”, procurando aprofundá-lo através de três degraus: 1. presença; 2. presença de ação; 3. presença de ação critica. Em segundo lugar, como lógica consequência e como contribuição mais importante do artigo, refletiremos sobre o problema de uma presença que “vem de fora” e sobre a desejada “identificação” com as classes populares, reconhecendo como necessária a influencia de pessoa “de fora”, no sentido de alguém que já tenha uma consciência esclarecida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.