APROXIMAÇÕES PARA COMPREENDER A ÁFRICA CONTEMPORÂNEA

Elsa Sousa Kraychete

Resumo


A organização deste Dossiê dos Cadernos é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa Laboratório de Análise Política Mundial - LABMUNDO/UFBa, que, nos estudos africanos, atua em rede com quatro Universidades baianas. Os pesquisadores envolvidos nas investigações dessa linha, ao se debruçarem sobre casos concretos, buscam analisá-los a partir de contextos mais amplos, que têm em consideração: o processo que levou o continente africano a ser disputado pelas antigas e pelas potências emergentes, como espaço para realização de investimentos, transações comerciais e exploração de recursos naturais; a reconfiguração das forças sociais que emergiram das lutas de independência, seja nos rearranjos internos em cada país, seja nos movimentos que buscam inserir a África na atual dinâmica internacional globalizada; e, por fim, o movimento imprimido pela política externa brasileira que, ora busca aproximação com países africanos, ora move-se pelo afastamento, como sinaliza a inflexão proposta pelo atual governo, em contraposição à importância dada nos dois mandatos de Lula da Silva, que intensificou as articulações políticas e econômicas com países do continente africano. O intuito é que cada projeto vá se acercando de problemáticas atuais da África, a partir de perspectivas históricas. Continue lendo o texto na versão em PDF...


Palavras-chave


Editorial África. Laboratório de Análise Política Mundial. Cooperação Brasil-Africa

Texto completo:

PDF/A

Referências


AMIN, Samir. Nas origens da catástrofe econômica da África, In: AMIN, Samir. Os desafios da mundialização. Aparecida/SP: Ideias&Letras, 2006.

AMIN, Samir. Mundialización y acumulación capitalista. In: AMIN, Samir y CASANOVA, Pablo Gonzales (Dirs). La nueva organización mundial vista desde el Sur: mundialização e acumulação. Barcelona: Editorial Anthropos, 1995.

ANDRADE, Justino Pinto. Um olhar transversal sobre alguns conflitos africanos. Luanda, Lucere – Revista Acadêmica da UCAN, p 211-221, dezembro 2016.

FOUNOU-TCHUIGOUA. Bernard. El África subsahariaana. Acumulación en crisis. In. AMIN, Samir y CASANOVA, Pablo Gonzales (Dirs). La nueva organización mundial vista desde el Sur: mundialização e acumulação. Barcelona: Editorial Anthropos, 1995.

HUGON. Philippe. Afriques: entre puissance et vulnérabilité. Paris: Armand Colin, 2016.

WALLERSTEIN Immanuel. Que esperança tem a África? Que esperança tem o mundo? In: WALLERSTEIN. Immanuel. Após o liberalismo: em busca da reconstrução do mundo. Petrópolis/RJ: Editora Vozes, 2002.

SASSEN, Saskia. O novo mercado global de terras. In: SASSEN, Saskia. Expulsões. Rio de Janeiro/São Paulo: Editora Paz e Terra, 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.25247/2447-861X.2018.n245.p388-394

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.