COOPERAÇÃO BRASIL-MOÇAMBIQUE NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA: UM ESTUDO DA IMPLANTAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Ana Maria Ferreira Menezes, Maria de Fátima Hanaque Menezes, Nilsa Adelaide Issufo Enoque Pondja Cher

Resumo


No âmbito da cooperação Sul-Sul enquanto mecanismo de desenvolvimento conjunto entre países emergentes frente a desafios comuns identifica-se o Programa de Apoio à Expansão da Educação Superior a Distância na República de Moçambique. Este Programa faz parte do acordo de cooperação cultural, entre o governo brasileiro e o governo moçambicano, no que tange à cooperação mútua no campo da educação. Neste contexto, salienta-se o objetivo deste trabalho que se constitui na investigação acerca da implantação do curso de administração pública, na modalidade à distância, que foi ofertado em Moçambique. O percurso metodológico envolveu a realização de uma pesquisa bibliográfica, documental, de uma pesquisa de campo e de análises qualitativas e quantitativas, visando ao cruzamento de dados obtidos com os indicadores socioeconômicos, sociocognitivos e tecnológicos. Para atingir o objetivo proposto percorreram-se os seguintes caminhos: em primeiro lugar, buscou-se compreender o que vem a ser a cooperação internacional para o desenvolvimento e interação de conhecimentos; em seguida, introduziu-se a questão da educação a distância numa perspectiva histórica; posteriormente, abordou-se a cooperação Brasil Moçambique através do estudo da implantação do curso de administração pública a distância; por fim, apresentaram-se alguns argumentos a título de conclusão.

 


Palavras-chave


Cooperação Brasil-Moçambique. Ensino a Distância. Educação.

Texto completo:

PDF/A

Referências


BRASIL. Ministério das Relações Exteriores. Agência Brasileira de Cooperação. Programa de Cooperação entre a Universidade Aberta do Brasil (UAB), o Ministério da Educação (MINED), a Universidade Pedagógica (UP), a Universidade Eduardo Mondlane (UEM), de Moçambique, para formação de professores, para atuação em escolas de nível básico e médio, e agentes do serviço público. Brasília: ABC, 2010.

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 9.392, 1996. Leis e Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/Ccivil_03/leis/L9394.htm. Acesso em 12/04/2018.

BRASIL. Presidência da República. Decreto nº 5.622, 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei 9.394/96. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5622.htm. Acesso em 12/04/2018.

BRASIL. Presidência da República. Decreto nº 5.800, 2006. Dispõe sobre o Sistema Universidade Aberta do Brasil - UAB. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/decreto/d5800.htm. Acesso em 12/04/2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria Normativa Nº 22, de 26 de Outubro de 2010. Institui o Programa de Apoio à Expansão da Educação Superior a Distância na República Popular de Moçambique, e dá outras providencias.

CHERINDA, Nilsa Adelaide Issufo Enoque Pondja. Ensino e Aprendizagem Online da Estatística Descritiva. Portugal: Universidade de Aveiro. Departamento de Educação, 2012. (Tese de Doutorado).

CREUZ, Luis Rodolfo Cruz e. Organizações internacionais de integração e cooperação econômica: revisões de uma teoria geral. Revista da SJRJ. Rio de Janeiro, n. 24, 009. P. 211-240. Disponível em: https://www.jfrj.jus.br/sites/default/files/revista-sjrj/arquivo/62-208-1-pb.pdf. Acesso em: 13 de fevereiro de 2018.

ECHAVARRIA, Corina; DUMAS, Maria Lucia Segabinazi. La dimensión Cultural de la cooperación regional: estúdio de las relaciones interuniversitárias. In. KRAYCHETE, Elsa Sousa; MILANI, Carlos R. S. (Orgs.). Desenvolvimento e cooperação internacional – relações de poder e politica dos estados. Salvador: EDUFBA, 2014. P.213-248.

GARRISON, D. R. Three generations of technological innovations in distance education. Distance Education. Vol. 6, No. 2, p. 235-241, 1985.

MOÇAMBIQUE. Instituto Nacional de Estatística. 2017. Disponível em: http://www.ine.gov.mz/. Acesso em 20/03/2018.

MOÇAMBIQUE. Instituto Nacional de Estatística. Estatísticas de Indicadores Sociais 2013-2014. Disponível em: http://www.ine.gov.mz/estatisticas/estatisticas-demograficas-e-indicadores-sociais/estatisticas-e-indicadores-sociais/estatisticas-e-indicadores-sociais-2014/view. Acesso em 20/03/2018.

MOÇAMBIQUE. Ministério da Educação. Decreto Nº 35/2009. Disponível em: http://www.mined.gov.mz/IST/IEDA/Documents/Regulamento%20de%20Ensino%20a%20Distancia.pdf. Acesso em 20/03/2018.

MOÇAMBIQUE. Ministério da Educação. Plano Estratégico de Educação e Cultura: 2006-2011. Maputo, 2006.

MORAN, José Manuel. O que é educação a distância. 2002. Disponível em: http://www.centrorefeducacional.com.br/educdist.htm. Acesso em 31/03/2007.

MUGNOL, Marcio. A educação a distância no Brasil: conceitos e fundamentos. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 9, n. 27, p. 335-349, maio/ago. 2009. Disponível em: file:///C:/Users/Usuario/Downloads/dialogo-2738%20(1).pdf. Acesso em 12/04/2018.

NEELMAN; NHAVOTO. Educação a Distância em Moçambique. São Paulo: Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), 2003.

PIAGET, Jean. Estudos sociológicos. São Paulo: Editora Forense, 1973.

PRETI, Oreste; BARBIERI, Maria Angélica. Expansão da educação superior a distância em Moçambique: perfis, expectativas e percepções dos estudantes de um programa de cooperação internacional. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância – RBAAD, v. 12, p. 227-251, 2013.

ROCHA, Aurélio. Os desafios da Universidade no processo de integração. In: Moçambique: relações históricas regionais e com países da CPLP. Maputo: Alcance Ed., 2011.p. 337-351.

SANABIO, Marcos Tanure. Relatório de Atividade. Brasil, 2017.

SANABIO, Marcos Tanure et. all. Educação à distância reduzindo fronteiras e aproximando continentes: experiências de um curso a distância brasileiro em Moçambique. Anais [...] XIII Coloquio de Gestión Universitaria en Américas - Rendimientos académicos y eficacia social de la Universidad. Universidad Nacional de Mar Del Plata; Universidad Tecnologica Nacional; Universidade Federal de Santa Catarina, 2013. Disponivel em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/113115/2013057%20-%20Educa%C3%A7%C3%A3o%20a%20Dist%C3%A2ncia%20reduzindo%20fronteiras%20e%20aproximando.pdf?sequence=1. Acesso em 12/04/2018.

SILVA, Magno Klein. Comunidades em construção: estratégias de Turquia e Brasil na cooperação em educação. In. KRAYCHETE, Elsa Sousa; MILANI, Carlos R. S. (Orgs.). Desenvolvimento e cooperação internacional – relações de poder e política dos estados. Salvador: EDUFBA, 2014.

SILVA, Sandra E. C. Dutra e. Cooperação internacional para o desenvolvimento sob uma nova perspectiva. Revista Relações Internacionais no Mundo Atual, v. 1, n. 12, 2011. Disponível em: http://revista.unicuritiba.edu.br/index.php/RIMA/article/view/187. Acesso em 26/11/2017.

VIDAL, Elisabete. Ensino a Distância vs Ensino Tradicional. Porto: Universidade Fernando Pessoa, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.25247/2447-861X.2018.n245.p689-709

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.