A QUESTÃO SOCIAL E O CONTEXTO AMAZÔNICO

Luiz Barboza Lacerda, Marília Veríssimo Veronese

Resumo


Qual é a atual Questão Social da Amazônia? O artigo busca tal resposta a partir da articulação entre o conceito de questão social em Robert Castel, as especificidades da América Latina e a realidade da região amazônica do Alto Solimões, bem como das políticas públicas concebidas e implementadas para dar conta dos problemas lá vivenciados. Conclui-se que, na questão social do contexto amazônico estudado, encontram-se elementos de mestiçagem, hibridação, relações de poder e formas de viver típicos da região. Define-se, portanto, como uma questão multifacetada, de configuração própria, não podendo ser explicada com base na análise global. Com origens no colonialismo/colonialidade e posteriormente no assistencialismo, a questão social no contexto amazônico historicamente mostra-se vinculada a interesses secundários, de integração comercial de suas riquezas naturais e ocupação populacional de seus espaços de fronteira.


Palavras-chave


Questão social. Contexto amazônico. Políticas públicas.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ALBÓ, Xavier. Os Grandes desafios dos indígenas nos países andinos: seus direitos sobre os recursos naturais. Cadernos IHU ideias. São Leopoldo – RS, v. 13, ano 13, n. 225, 2015.

ALENCAR, Edna Ferreira. Gênero, políticas públicas e sustentabilidade social na várzea do Alto Solimões, AM. In: SIMPÓSIO TEMÁTICO INTERSECÇÕES ENTRE GÊNERO E SOCIODIVERSIDADE AMAZÔNICA. Florianópolis: UFSC, 2008.

BECKER, Bertha. A Amazônia nos Cenários para o Planejamento Ambiental. In: Atlas: Os Ecossistemas Brasileiros e os Principais Macrovetores de desenvolvimento. Brasília: MMA. 1995. p. 135-159.

BRASIL. Ministério da Pesca e da Agricultura. Plano Amazônia Sustentável de Aquicultura e Pesca- PASEP, 2009. Disponível em: www.pasap.mpa.gov.br . Acesso em: 26 mai. 2012.

CASTEL, Robert. As transformações da questão social. In: BELFIORE-WANDERLEY, Mariângela; BÓGUS, Lúcia; YAZBEK, Maria Carmelita (Org.). Desigualdade e a questão social. São Paulo: EDUC, 1997. p. 235-264.

COUTINHO, Marcelo. Movimentos de Mudança Política na América do Sul Contemporânea. Rev. Sociol. Polít. Curitiba, v. 27, p. 107-123, nov. 2006.

DEDECCA, Claudio Salvatori; BALTAR, Paulo Eduardo de Andrade. Mercado de trabalho e informalidade nos anos 90. Estudos Econômicos, Inst. Pesq. Econ. São Paulo, v.27, p. 65-84, nov., 1997.

GALEANO, Eduardo. As veias abertas da América Latina. 12. Edição. São Paulo: L&PM, 1999. 392 p.

GORZ, André. Adeus ao proletariado – para além do socialismo. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1987. In: PASTORINI, Alejandra. A categoria A questão Social em debate. São Paulo: Cortez, 2004.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA ESTATÍSTICA. Reflexões sobre Censo. São Paulo, 2010. Disponível em: www.ibge.gov.br Acesso em: 25 jun. 2012.

LACERDA, Luiz Felipe. A realidade indígena e a busca por reconhecimento. In: LIBÓRIO, Ana. Propostas & Contribuições: Educação, Saúde e Política. Manaus: B&K Editora, 2012, p. 136- 164.

______. O Educador Indígena: Caminhos e desafios. In: LACERDA, L. F; RODRIGUES, D. et al. Vivencias Pedagógicas: relatos da trajetória de vida de professores indígenas no Alto Solimões – AM. Manaus: UEA Editora, 2016a, p. 101-131.

______. Por uma Sociologia das Emergências: Perspectivas de Emancipação nos territórios de ausências amazônicas. 2016. [?]f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, São Leopoldo- RS, 2016b.

LIMA, Wendell Teles de; SILVA, Iatiçara Oliveira da; SOUSA, Lucileyde Feitosa. Breve retrospectiva das estratégias geopolíticas de incorporação territorial da Amazônia brasileira. Raega - O Espaço Geográfico em Análise. [S.l.], v. 24, mar. 2012. Disponível em: Acesso em: 31 out. 2012.

MARTINS, R. Kátia Abreu, a ministra que desmata a razão. Revista Carta Capital. São Paulo, 2015. Disponível em: http://www.cartacapital.com.br/revista/832/a-ministra-desmata-a-razao-6601.html. Acesso em: 26 set. 2017.

MÉDA, D. Lê Travail: une valuer em voie de disparition. Paris: Auto Aubier, 1995, 215 p.

MELLO, Thiago. Mormaço na Floresta. São Paulo: Circulo do Livro, 1987, 162 p.

MOTA, Ana Elizabete. Cultura da crise e seguridade social. Um estudo sobre as tendências da previdência e da assistência social brasileira nos anos 80 e 90. São Paulo: Cortez, 1995. 245 p.

NARDI, Henrique. Ética, trabalho e subjetividade. Porto Alegre: UFRGS, 2006. 224 p.

NEDER, Ricardo Toledo. Estado e sociedade civil diante da nova economia solidária no Brasil (qual governança e controlabilidade?). Revista do Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, v. 1, p. 15 – 33, 2010.

PASTORINI, Alejandra. A categoria A questão Social em debate. São Paulo: Cortez, 2004. 128 p.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, Edgardo (Org). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: CLACSO, 2005. p. 227-278.( Colección Sur Sur).

RIFKIN, Jeremy. El fin del trabajo: nuevas tecnologías contra puestos de trabajo y el nacimiento de una nueva era. Buenos Aires: Paidós, 1997. 399 p.

SANCHES, Camilo Torres. O pensamento disciplinar e o desenvolvimento: uma analise das políticas públicas ambientais para o uso da terra na amazonia brasileira. In: VIII CONGRESSO LATINOAMERICANO DE SOCIOLOGIA RURAL. Anais..., 2010. Porto de Galinhas: Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), 2010.

SANTOS, Milton. O Dinheiro e o Território. GEOgraphia, América do Norte, 1, set. 2009. Disponível em: http://www.uff.br/geographia/ojs/index.php/geographia/article/view/2/2. Acesso em: 31 out. 2012.

SIMONI, Jane. Economia solidária e políticas públicas a revitalização do extrativismo: práticas de economia solidária e sustentabilidade. Revista Mercado de trabalho – IPEA., v. 42, p. 49-54, fev. 2010.

TORRES, Iraildes Caldas. A visibilidade do trabalho das mulheres ticunas da Amazônia. Revista Estudos Feministas. Florianópolis, v. 15, n. 2, 240, p. 469-475, maio-agosto/2007.

WANDERLEY, Luiz E. W. A questão social no contexto da globalização: o caso latino-americano e o caribenho. In: BÓGUS, L.; YAZBEK, M.C.; WANDERLEY, M.B. (Org.). Desigualdade e a questão social. São Paulo: Educ, 2004. p. 51-161.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.